Coluna Émyle Farias

Émyle Farias | 19:15 | 3 Comentários

Partilhar

- Da Esperança, a Eternidade.

 Por Émyle Farias

Entre sonhos e planos
Desejos e todo o futuro
Abre-se um grande muro
Penso que perdi o chão
Não mensuro a dimensão
Da distância e realidade
Se tudo tornou-se saudade
Na lembrança de cada momento
Das ausências, o desalento
Da esperança, a Eternidade.

Category:

3 comentários:

  1. Saudades das pessoas que vão cedo demais!
    Bela poesia.

    ResponderExcluir
  2. Pois é minha Memeca sua obra poética lembra-me dezenas de pessoas, que voaram para eternidade e, deixam um banco vazio no nosso trem da vida, que jamais será preenchido , entre elas vô Teresa, que a amava com o seu jeitão de ser.
    Beijos de Toff

    ResponderExcluir
  3. Srta. Poetisa
    Admiro seus trocadilhos de palavras, que tem por objetivo falar ao coração. Sua veia poética enobrece este blog. sempre quando escreve.
    Parabéns pela força dada através de suas palavras cheias de esperança de um futuro duvidoso.

    ResponderExcluir

Deixe aqui registrada a sua opinião, este é um espaço aberto ao debate!
A sua identificação é bem vinda!
Acima de tudo RESPEITO às opiniões!

Participe e volte sempre!