Após intenso trabalho de buscas em todo o perímetro de atuação do 9º Batalhão de Polícia Militar, as guarnições policiais dos Destacamentos Militares de Frei Martinho e Picuí, contando com o suporte dos agentes de investigação e delegados da 7ª Delegacia Regional de Polícia Civil conseguiram prender, no final da tarde desta quinta-feira, 6, em um sítio pertencente ao município de Frei Martinho, o senhor Janicley Bezerra de Souza Lima, vulgo “Janinho”, 27 anos. 

O acusado estava sendo procurado – de forma ininterrupta – desde o último dia 27 de outubro quando, em decorrência do cumprimento de mandado de prisão expedido pelo Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Norte veio a se evadir da Delegacia de Polícia Civil do município de Cuité. 

Janinho foi encontrado pelos policiais na residência da sua genitora, mais precisamente no sítio Conceição, município de Frei Martinho e recebeu voz de prisão por ter “quebrado” o albergue no Centro de Detenção Provisório de Parelhas-RN e por também ter sido pego, em parceria com outros comparsas, em Barra de Santa Rosa, no dia 27 de outubro, com:

- 47 papelotes de maconha;
- 31 pinos de cocaína;
- 50 gramas de maconha;
- R$ 820 reais em cédulas de papel;
- R$ 24 reais em moedas;
- Uma pistola calibre 765 cromada; 
- Um facão;
- Uma arma de fogo estilo espingarda;
- Uma balança de precisão

Em entrevista concedida no início da noite desta quinta-feira, o Comandante do 9º BPM, o Tenente Coronel Afonso Antônio Galvão destacou a importância da realização de campanas e diligências continuadas que culminaram na recaptura do “Janinho”. “Nossos militares se revezaram nos três turnos diários e contaram, também, com a ajuda de homens “à paisana” que buscavam por indícios que resultaram na bem sucedida recaptura do elemento. O nosso agradecimento aos que fazem a 7ª Delegacia Regional de Polícia Civil”, arrematou.

O comboio policial responsável pela prisão foi composto pelos militares: Sargento Cordeiro, Cabo Auricélio, Soldados Josuel, Amaral e Arimatéia.

Ascom/9BPM

Os juízes federais Paulo Machado Cordeiro, Ivan Lira de Carvalho e Élio Wanderley de Siqueira Filho foram indicados, hoje à tarde, pelo Pleno do Tribunal Regional Federal da 5ª Região – TRF5, para compor a lista tríplice que será encaminhada à presidente da República Dilma Rousseff, a quem caberá escolher o novo integrante desta Corte.

A indicação decorre da nomeação do desembargador federal Luiz Alberto Gurgel de Faria como ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ). A escolha dos juízes federais obedeceu aos critérios de merecimento, desempenho, produtividade, eficiência e experiência, além de avaliação curricular.

Segundo na lista, Ivan Lira de Carvalho é cuiteense de nascimento, mas potiguar por adoção, pois tem sua vida profissional vinculada ao estado do Rio Grande do Norte. Concursado e nomeado Promotor de Justiça no RN, optou pela magistratura estadual daquele Estado, pois tinha sido aprovado para Juiz de Direito quase simultaneamente, exercendo a judicatura estadual por onze anos, seis dele na Comarca de Natal. Ingressou na Justiça Federal em 1993, sendo titularizado como juiz federal da 5ª Vara Federal/RN. Especialista em Direito Civil Constitucional (UFRN) e em Direito Penal (Universidade de Brasília – UnB), Ivan Lira é mestre e doutor em Direito pela Universidade Federal de Pernambuco. Tem cursos na área de Direito Ambiental pela Nortewestern School of Law of Lewis and Clark College, Portland, Oregon (EUA), e pelo Centre de Recherches Interdisciplinaires em Droit de l'Environnement, del'Aménagement et de l'Urbanisme , da Faculté de Droit e des Sciences Economiques de Limoges , França, e em Direito da Informática pela Fundação Konrad Adnauer , Berlim e Munique, Alemanha. Publicou dezenas de artigos e livros em coautoria, sobre Direito de Família e Direito Ambiental, além de outras obras no campo da literatura. É professor da graduação e do mestrado em Direito da UFRN e membro da Academia de Letras Jurídicas do RN e do Instituto Histórico e Geográfico daquele Estado.

Blog do Aeliton Clécio com Porta ld oCurimataú

Um idoso de 75 anos, identificado como José Vieira Neto, mas conhecido por Menézio, teve um corte na cabeça, com intenso sangramento, após se envolver em um acidente na manhã dessa quarta- feira (05) em frente o Posto Planalto em Cuité.

Segundo informações colhidas no local, à bicicleta conduzida por pelo senhor Menézio foi atingida por uma motocicleta e com o impacto o idoso caiu no meio da pista. Uma unidade do SAMU foi acionada e imobilizou a vítima no local.

Menézio foi levado para o Hospital de Cuité onde foi atendido pelo médico de plantão e permaneceu em observação. Segundo os profissionais de saúde ele estava consciente e orientado.

A Bicicleta de Menézio teve danos na roda dianteira. Já o condutor da moto aparentemente não se feriu e permaneceu no local do acidente até ser feito o socorro. Ele ainda relatou que fez de tudo para evitar o acidente.

Central de Jornalismo da 89FM
Na madrugada desta quarta-feira (05), o Posto de Atendimento Avançado do Bradesco, que fica na Avenida Senador Ruy Carneiro, Centro, São Vicente do Seridó, localizado no Seridó Oriental paraibano, a 200 km da capital, foi explodido pela sétima vez.

De acordo com informações da polícia, cerca de seis homens encapuzados e fortemente armados, explodiram o caixa por volta de 2h40min da madrugada. O banco havia sido abastecido na tarde do dia anterior.

Os criminosos usaram uma marreta para destruir a porta de entrada da agência e em seguida instalaram os explosivos. Ainda segundo a polícia, foram feitas três explosões, sendo a última mais intensa. O caixa eletrônico ficou completamente destruído.

Uma parte do terminal eletrônico atravessou a avenida, perfurou uma parede e partiu ao meio uma arvore que fica no quintal de uma casa abandonada em frente à agência. Outro pedaço do caixa destruiu o telhado de uma residência e quebrou um aparelho de TV.

Na fuga, os criminosos dispararam tiros para o alto, mas ninguém ficou ferido. A polícia informou que os bandidos fugiram em 3 motocicletas com destino a zona rural, do lado oeste do município. A suspeita que um carro deu cobertura aos bandidos. Os policiais encontraram grampos espalhados na entrada da cidade.

Em conversa com a reportagem do São Vicente Agora, o gerente do banco informou que o estabelecimento voltará a funcionar, mas que não será mais instalado caixa eletrônico. Os clientes do banco terão que se dirigir a outras cidades para utilizarem o terminal eletrônico.

Esta mesma agência havia sido explodida no dia 05 de janeiro deste ano. A polícia está investigando o caso, mas até o momento ninguém foi preso.

São Vicente Agora

Os dois principais sistemas de apoio e encaminhamento ao emprego do estado oferecem neste início de semana quase 1,9 mil vagas de trabalho. No Sistema Nacional de Emprego da Paraíba (Sine-PB), mais de mil vagas de emprego estão sendo oferecidas. As duas funções com maior número de oportunidades são as de operador de telemarketing receptivo e de linha de produção. Os interessados devem se dirigir à sede do órgão, que fica no Centro de João Pessoa, para fazer seu cadastro.

Ao todo, o Sine-PB anunciou 1.005 vagas para 50 funções. Entre elas, 800 oportunidades são só para operador de telemarketing receptivo. Nesse caso, não está sendo exigida experiência comprovada em Carteira de Trabalho. O candidato precisa apenas possuir o Ensino Médio completo e ter completado 18 anos de idade.

Outras 20 vagas são voltadas a operador de linha de produção. Também há outros cargos como empacotador (15), operador de caixa (15), repositor de mercadorias (15), governanta (1), peixeiro (1) e auxiliar de cozinha (8), só para citar alguns exemplos.

Aquelas pessoas que ainda não possuem cadastro no Sine-PB têm que levar Identidade, CPF e comprovante de residência para fazê-lo. Porém, quem já está registrado no órgão, precisa levar apenas a Carteira de Trabalho.

O Sine-PB fica localizado na Rua Duque de Caxias, 305, Centro de João Pessoa, nas proximidades do Shopping Popular Terceirão. Para mais informações, os interessados devem ligar para o telefone (83) 3218-6600.

Já o Sistema Nacional de Emprego de João Pessoa (Sine-JP) oferece nessa semana 870 vagas de emprego em diversas áreas. O maior destaque fica por conta das 300 vagas ofertadas para telemarketing sem exigência de experiência. Os candidatos precisam apenas possuir o ensino médio completo e conhecimento básico em informática. As entrevistas serão feitas no Sine de hoje (03) até quinta.

O setor do comércio está aumentando a oferta de vagas para vendedores à medida que o final do ano se aproxima. Essa semana são 103 postos de trabalho disponíveis para vendedores, muitos deles sem exigir experiência comprovada.

Destacam-se também as vagas de ajudante de carga e descarga (40), armador (10), assistente de vendas (10), motorista de caminhão (20), pintor (23), gesseiro (20), pedreiro de alvenaria (10) e pedreiro de fachada (15).

O Sine-JP fica localizado na Rua Cardoso Vieira, 85, Varadouro, próximo à Praça Antenor Navarro. O órgão funciona de segunda à sexta-feira, das 8h às 17h, e para se cadastrar para as vagas é preciso levar RG, CPF e carteira de trabalho. Há empregadores que pedem apenas currículos. Nesse caso, os currículos devem ser enviados para o e-mail curriculos.sinejp@gmail.com.
A guarnição da Radiopatrulha do município de Nova Floresta-PB, composta pelos Soldados Claudino e F. Souza, conseguiu recuperar na tarde desta segunda-feira, 3, nas imediações de um sítio localizado próximo a Casa de Farinha a motocicleta Honda CG Titan, cor verde, placa MYF 7822.

Ao realizarem rondas pela localidade a guarnição se deparou com o citado veículo abandonado às margens da estrada viscinal. Após consulta ao Sistema Infoseg foi constatado que a motocicleta fora tomada por assaltantes armados quando da realização de um assalto no último sábado, 1, no município Norte-rio-grandense de Santa Cruz.

De acordo com o Comandante do 9º Batalhão de Polícia Militar, o Tenente-Coronel Afonso Antônio Galvão, o veículo pode ter sido roubado para a prática de diversos delitos em cidades que fazem fronteira com o Rio Grande do Norte, como é o caso de Nova Floresta. “O proprietário legal vai poder ter de volta o veículo ora subtraído pelos criminosos, evitando assim que o mesmo viesse a ser utilizado em outros crimes”, arrematou.


Ascom


O Mangabeira Shopping será inaugurado no próximo dia 29 e está abrindo 4,3 mil vagas para 180 lojas e setor administrativo do novo complexo lojista de João Pessoa. As vagas podem ser procuradas por meio das redes sociais, como indicou a consulta Mônica Costa, da Mônica Consultoria em Gestão Estratégica de Negócios. Como a maioria das lojas é de franquias do eixo Sudeste-Sul, a contratação está sendo realizada pelas consultorias de cada empresa, que podem ser encontradas na internet, informou a consultora.
Das 4,3 mil vagas criadas, 300 são para o setor administrativo do próprio Mangabeira Shopping. Estão sendo oferecidas vagas para cargos de agentes de portaria, seguranças, limpeza e setores com Administração e Contábil. De acordo com Mônica Costa, em julho deste ano as vagas foram anunciadas na mídia e a contratação tem sido feita seguindo o critério de necessidade para cada cargo. Na fanpage da Mônica Consultoria os interessados podem buscar informações
Durante a construção do empreendimento, foram gerados 2,5 mil empregos diretos. Dentre as 180 lojas previstas para compor o novo shopping da zona sul, haverá 15 lojas âncoras previamente negociadas. As lojas âncoras serão Marisa, Game Station, Eletro Shopping, Centauro, Insinuante, Renner, Riachuelo, Bob’s, Atacadão dos Eletros, Magazine Luiza, Ri Happy, C&A e Lojas Americanas. 
Área
O shopping foi construído em uma área de de 97.454 m² e terá sete lojas mini-âncoras. O Mangabeira Shopping também vai contar com uma área de lazer com seis salas de cinema, sete pistas de boliche, um parque infantil e um parque eletrônico. O estacionamento terá vagas para 3.350 automóveis. Logo após a inauguração, será erguida uma torre com 340 salas comerciais.

O ex-prefeito de Cuité Osvaldo Venâncio foi condenado a pena de dois anos e seis meses de reclusão por fraude em licitação. A sanção foi convertida no pagamento de multa de R$ 15 mil e prestação de serviços à comunidade. Na sentença, o juiz Gustavo de Paiva Gadelha, da 6ª Vara da Justiça Federal, decretou também a perda do cargo público ocupado, atualmente, pelo acusado, de secretário municipal de Cuité, bem como a sua inabilitação, pelo prazo de cinco anos, para o exercício de cargo ou função pública, eletivo ou de nomeação. Cabe recurso da decisão.
Osvaldo Venâncio é acusado pelo Ministério Público Federal (MPF) de irregularidades no convênio nº 365/2001 firmado com o Ministério da Integração Nacional, com o objetivo de reconstrução de 22 casas populares. Em 3 de abril de 2002 foi deflagrado o procedimento licitatório, sob a modalidade convite, no qual se sagrou vencedora a Construtora Esplanada Ltda.
A empresa vencedora, bem como outra licitante, a Construtora Concreto Ltda., existiam apenas formalmente, sendo preordenadamente constituídas no intuito único e exclusivo de frustrar o processo licitatório, conforme teria ficado comprovado nos autos da Ação Penal nº 0002068-40.2004.4.05.8201. Referidas empresas falsas seriam controladas por Marcos Tadeu Silva, que, em conluio com o presidente da comissão de licitação, Marcos Antônio de Santos Souza, teriam viabilizado a participação formal dessas pessoas jurídicas, no intuito deliberado de manipular o resultado do certame.
Segundo o Ministério Público Federal, no período de 26.04.2002 a 10.07.2002, o ex-prefeito Osvaldo Venâncio liberou integralmente os recursos em favor da Construtora Esplanada Ltda., "sem que houvesse qualquer comprovante de realização das obras". Todos os cheques depositados em favor da empresa falsa foram sacados, e, além disso, 15 mil reais dos recursos foram utilizados para o pagamento de uma dívida pessoal de Osvaldo Venâncio.
"O gestor municipal, Osvaldo Venâncio dos Santos Filho, em esforço administrativo com sua equipe, notadamente o Presidente da Comissão de Licitação Marcos Antônio Santos de Souza, poderia e deveria encetar todos os meios administrativos cabíveis para impedir a formalização de um contrato com empresas manipuladas por um único titular, no caso, Marcos Tadeu Silva", afirmou o juiz Gustavo de Paiva Leite.
Ele destacou ainda que "a culpabilidade do réu revela-se mais intensa, pois, na condição de gestor público, caberia-lhe envidar esforços no sentido evitar a homologação do certame e permitir a adjudicação do objeto em favor de empresas manipuladas por Marcos Tadeu Silva. Ademais, na condição de Chefe do Poder Executivo, valeu-se dos recursos públicos para o pagamento de dívidas pessoais, o que aumenta o grau de reprovabilidade social".

JORNAL DA PARAÍBA

Um homem está sendo acusado de abusar sexualmente de uma filha de quatro anos e do filho de oito. Ele está desaparecido desde domingo (26/10).

A mulher dele, de 43 anos, o flagrou de joelhos e só de cueca, acariciando as nádegas da menina de apenas quatro anos de idade.

O abuso sexual aconteceu na madrugada do domingo, na cidade de Nova Floresta, no Curimataú paraibano.

Ela disse em depoimento à polícia civil, que sentiu falta do marido na cama e se “levantou”.

Quando passou pelo quarto da filha surpreendeu o marido ajoelhado só de cuecas e “alisando” as nádegas da filha por baixo da calcinha.

Diante da situação ele retornou para o quatro e ameaçou “quebrar a cara dela”, caso fosse denunciado ou falasse aos familiares, além disso, acrescentou que “juntaria um bando de vagabundos para ir até a casa do sogro”.

No depoimento a mulher contou que o filho de oito anos disse que também era abusado pelo pai. Ele falou que quase todas as noites se acordava com o pai por cima dele.

“Ele tirava o short e a cueca e passava cuspe no pênis e passava no ânus do menino que sempre se queixava de dores”, disse a mãe.

Ainda no domingo pela manhã a mulher pegou os dois filhos, foi para casa do pai e contou tudo. Após algum tempo retornou para onde mora, mas foi impedida de entrar e sofreu um soco no rosto. Ela saiu em busca de socorro, encontrou uma guarnição da PM e relatou o acontecido. Os policiais a orientaram a procurar o Conselho Tutelar enquanto realizavam buscas.

O acusado não foi localizado.

Renato Diniz