Uma jovem morreu na manhã desta sexta-feira (1º) após cair de uma motocicleta na cidade de Cuité. O acidente aconteceu em frente ao prédio onde antigamente funcionava o Batalhão de Polícia Militar da cidade. A jovem ferida foi identificada como Deborah Manuela, de 25 anos, moradora de Cuité  foi encontrada caída no local por volta das 4h. Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada, mas a vítima não resistiu aos ferimentos e faleceu.

Segundo a polícia, do lado da vítima havia uma motocicleta. A polícia investiga se ela caiu sozinha ou se foi atingida por outro veículo. Ao Portal Correio, o tenente S. Dantas adiantou que já pediu para que policiais militares procurassem a família da vítima, a fim de colher informações que possam ajudar nas investigações.

“Já temos guarnições em diligências. Vamos conversar com familiares da mulher para saber se ela vinha de alguma festa ou se tinha consumido bebidas alcoólicas, o que pode ter motivado a queda”, informou.
A Polícia Civil da cidade de Cuité/PB prendeu hoje Ivânio Araújo Cabral, de 29 anos, por força de Mandado de Prisão. Contra ele pesa diversas acusações de crimes cometidos na cidade de Campina Grande/PB, inclusive a acusação de homicídio.

Segundo informações dos policiais, há dois anos ele vem fugindo da Justiça e a cerca de um ano ele morava em Cuité, no Bairro Basílio Fonseca, próximo ao Posto de Saúde, onde vivia casado com uma menor.

Nesse tempo que ele vivia em Cuité, Ivânio voltava a Campina Grande para cometer crimes e retornava para o interior a fim de se manter em liberdade, mas ele não contava que a Polícia Civil, sob o comando do Dr. Durval Barros, estivesse de olho em suas ações.

Nessa quinta-feira (30) ele foi pego de surpresa pelos policiais e não reagiu a prisão. Por ser considerado de alta periculosidade, Ivânio foi levado para a cidade de Picuí/PB, onde serão tomadas as medidas cabíveis ao caso.

Central de Jornalismo da 89FM

Na manhã desta sexta-feira (30)  o Deputado Estadual Charles Camaraense (PSL) fez uma vista ao  Centro Integrado de Apoio ao Portador de Deficiência (FUNAD) e fez um gesto humanitário ao entregar  “aparelhos auditivos”  para que a Coordenadoria de Atendimento à Pessoa com Deficiência Auditiva.

Neste setor, além do trabalho de inclusão e reabilitação, também é feito um programa específico como as aulas do sistema de libras e vários outros projetos que desenvolvem as capacidades do deficiente auditivo.

 “É de Suma importância ajudarmos de todas as formas, entidades como a  Funad que tem como atribuição básica habilitar, reabilitar, profissionalizar e inserir no mercado de trabalho, pessoas com deficiência”, relatou o jovem deputado estadual, cuja uma de suas Bandeiras é o Empreendedorismo.

Como vice-presidente da Frente Parlamentar de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência, criada no ultimo dia 26 , o Deputado Charles Camaraense (PSL) entrou em contato com a Presidente da Funad, Simone Jordão para efetuar a entrega de 50 novos aparelhos auditivos, que serão utilizados na parte de diagnóstico e assistência a cerca de 1.400 pessoas atendidas mensalmente oriundas de todo o Estado da Paraíba . 

 A Coordenadora da CODAPA (Coordenadoria de Atendimento à Pessoa com Deficiência Auditiva), Lenice Carneiro acompanhou a visita e agradeceu a iniciativa do Deputado no ato da doação, juntamente com a equipe técnica, pessoas da direção e colaboradores que acompanharam a visita.

No termino da visita, após conhecer a estrutura da Fundação, o deputado acenou que ainda tem várias ações que podem ser feitos em parceria entre a Assembléia Legislativa e a FUNAD,  entre elas a solicitação da capacitação em Libras (linguagem de sinais) a todos os servidores da Casa de Epitácio Pessoa. 

“O reconhecimento e apoio a instituições que tratem de melhorar a condição de vida dos portadores de deficiência tem que ser visto com carinho e atenção. Sei que tenho muito a contribuir como vice-presidente da Frente Parlamentar, e vamos continuar trabalhando para ampliar as ações em defesa das pessoas com deficiência” completou  Charles.

Com Assessoria 

O evento em questão diz respeito a 2ª Reunião dos Comitês de Orçamento do Poder Judiciário




Os Comitês Orçamentários de 1º e 2º Graus do Tribunal de Justiça da Paraíba se reuniram, na manhã desta quinta-feira (30), para tratar das demandas financeiras do Poder Judiciário estadual, em evento inédito na história do Poder Judiciário, que contou com a participação do presidente do Tribunal, desembargador Marcos Cavalcanti, e do secretário de Estado de Planejamento, Orçamento, Gestão e Finanças, Tárcio Pessoa.

Na pauta da reunião, os membros dos comitês, sob a orientação do desembargador Oswaldo Trigueiro do Valle Filho, discutiram sobre a execução orçamentária e a Lei de Diretrizes Orçamentária (LDO) de 2016. Em seguida, o diretor de Economia e Finanças do TJPB, Paulo Romero, fez a apresentação do orçamento da Execução Orçamentária do Judiciário, com detalhamentos e metodologia.

O encontro, que marcou a segunda reunião dos Comitês, foi aberto pelo presidente da Corte de Justiça, desembargador Cavalcanti. “Desejo um bom e frutífero trabalho aos participantes, para a formulação de um orçamento melhor para o próximo ano. Agora com a criação do orçamento participativo, onde todo o processo poderá ser acompanhado pela sociedade, desde a arrecadação ao repasse”. Declarou o presidente.

O chefe do Poder Judiciário, na oportunidade, agradeceu a participação do secretário Tárcio, que veio ao Tribunal fazer uma explanação sobre economia, finanças e orçamento. “Sou magistrado há 34 anos e nunca vi isso; essa interação entre os poderes na área de orçamento e finanças. Por isso, agradeço, em nome do Tribunal, o gesto do secretário Tárcio Pessoa, que vei nos presentear com uma verdadeira aula de economia, história e orçamento, com foco na atual realidade econômica do país e o Estado da Paraíba”, finalizou.

O encontro foi encerrado com a palestra do secretário Tárcio Pessoa, que, entre outros tópicos, ressaltou o esforço do governo para equilibrar as contas do Estado da Paraíba, que atualmente é citado com exemplo para o país. “Apesar das dificuldades geradas pela crise financeira que o país atravessa, podemos dizer que o governo da Paraíba fez o dever de casa”, assegurou.

Após apresentação feita para os integrantes dos Comitês, o secretário atentou para “a importância da harmonização entre os Poderes na busca de equilibrar as questões do orçamento”. E fez alerta para a criação de um novo paradigma. “Para assim, podermos planejar bem os passos para o próximo ano. Que é justamente o que faz a diferença entre uma boa e uma má administração.”, pontuou o secretário.

Já o desembargador Oswaldo Trigueiro, gestor do projeto criado para atender as resoluções do Conselho Nacional de Justiça, referente à política orçamentária, enfatizou que o foco das mudanças atuais está voltado para a priorização do 1º Grau.

O magistrado ressaltou que “construção de um orçamento voltado para a solução dos problemas da 1ª instância é apenas um, dos nove aspectos contemplados pela Política de Priorização do 1º Grau”, que está disciplinada pela Resolução nº 12/2014/TJPB, através da Formação do Comitê Gestor Regional; bem como Resolução nº 194 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que instituiu a Política Nacional de Atenção Prioritária ao 1º grau de jurisdição.

Por Gecom-TJPB – com Laíse Santos
De acordo com a universitária, a mesma já chegou a perder uma semana inteira de aulas pela falta do transporte.


Uma estudante universitária da cidade de Cuité, Curimataú paraibano, procurou o Blog do Flávio Fernandes para desabafar sobre a falta de apoio da gestão municipal a categoria. Segundo a denunciante, que não quis se identificar, falta apoio aos estudantes que se deslocam diariamente até a cidade de Campina Grande para cursar uma faculdade.

De acordo com a universitária, a mesma já chegou a perder uma semana inteira de aulas pela falta do transporte. “Se pedimos um ônibus amarelo eles dizem que não pode porque a Polícia Federal para, existe uma lei que diz que o ônibus do “Caminhos da Escola” pode ser usado pelos estudantes universitários”, declarou a jovem.

Ainda segundo ela, os alunos correm o risco de serem reprovados pela falta do transporte. “Tem dias que perdemos provas, trabalhos, ficamos com bastante faltas correndo o risco de reprovar e tem vezes que os professores nem acreditam quando a gente fala que não vai para a universidade porque o ônibus não vai, de tanto que a gente já falou”, desabafou.

De acordo com a Lei 12.816/13, de autoria do deputado federal Efraim Filho (DEM), os municípios estão autorizados a utilizar o transporte escolar municipal para o transporte de estudantes universitários. O seu parágrafo único diz que “desde que não haja prejuízo às finalidades do apoio concedido pela União, os veículos, além do uso na área rural, poderão ser utilizados para o transporte de estudantes da zona urbana e da educação superior”.

Atualmente, o ônibus cedido pela prefeitura para o transporte dos universitários que estudam na cidade de Campina Grande é um ônibus próprio do município conhecido popularmente como "Azulão". O mesmo também é usado durante o dia para o transporte de alunos da zona rural.

Blog do Flávio Fernandes
Este é o segundo projeto do museu aprovado pelo Fundo de Incentivo à Cultura


O Museu do Homem do Curimataú (MHC), da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), campus de Cuité, mais uma vez foi contemplado pelo Fundo de Incentivo a Cultura (FIC) Augusto dos Anjos, do Governo do Estado da Paraíba.

O projeto elaborado pelo diretor do museu, Israel Araújo, a pedido do artista José Ferreira (Zé Caetano) foi aprovado e teve o resultado final publicado nesta terça, dia 28. Trata-se do projetoVozes do Repente que será realizado no Museu e foi contemplado com o valor de R$ 10 mil.

Este é o segundo projeto do MHC aprovado pelo FIC. O primeiro foi o Vozes que encantam, em 2013, coordenado pela artista cuiteense Minervina Ferreira.

“Para montar um projeto cultural deste, juntamos mais de cem páginas com currículo de cada artista (quatro duplas), declarações e termos de responsabilidades, termos de contra-partida social, planilha financeira, etc. Toda documentação assinada pelos participantes, o que não é tão fácil no nosso caso, já que tratamos com violeiros espalhados por toda Paraíba e até pelo Brasil. Mas, conseguimos enviar em tempo hábil e fomos aprovados mais uma vez", comemora Araújo.

O Projeto Vozes do Repente terá a participação de artistas renomados como Ivanildo Vila Nova, Raimundo Caetano, Manoel Gomes, Rogério Meneses, Minervina Ferreira, Maria Soledade, José Aurenir e Francisco Paulino.

Ainda de acordo com Araújo, o evento estava previsto para acontecer em maio. Porém, como houve alteração no calendário do edital (prorrogação das inscrições), todo cronograma deverá ser alterado, o que poderá transferir a data do evento para o segundo semestre, devido os trâmites de contratação e disponibilização dos recursos.

O resultado da aprovação do projeto pode ser acessado no endereço:
http://www.consultacultural.pb.gov.br/fic/.

Coordenação do evento

O Projeto Vozes do Repente será coordenado pelo cantador José Ferreira, popularmente conhecido por Zé Caetano. O artista é irmão do também cantador Raimundo Caetano. Ambos são cuiteenses e sempre estão colaborando com a cultura do repente na região. Zé Caetano atualmente mora no município de Solânea-PB, mas semanalmente vem a Cuité e por ele ser natural desta cidade, optou pela realização do evento no Museu do Homem do Curimataú.

“Eu já fiz muitas cantorias neste museu, me sinto muito bem em cantar ali, agradeço a toda equipe do Museu do Homem do Curimataú da UFCG pelo respeito aos cantadores”, disse Zé Caetano ao comemorar a aprovação do projeto.


(Ascom/CES – 29.04.2015)
De acordo com a mãe de um aluno, o motorista alega que não recebe dinheiro desde o final do ano passado, tentando justificar as faltas.

Pais de alunos da comunidade Canoinha, Zona Rural de Cuité, estão insatisfeitos com o transporte escolar da comunidade. Segundo a denúncia, o transporte não é regular e os alunos chegam a passar dias sem assistir aula.

Na tarde desta quarta-feira (22) o blog recebeu a denúncia de uma mãe, que não quis se identificar, revoltada com a falta de atenção do Poder Público Municipal com as crianças da comunidade. “Aqui na Canoinha o transporte escolar não passa, pelo menos, uma ou até duas vezes na semana e os alunos vivem perdendo aula”, disse.

De acordo com a mãe de um aluno, como justificativa das faltas, o motorista alega que não recebe dinheiro desde o final do ano passado.

Os alunos da comunidade Canoinha estudam na Escola Henrique Pereira dos Reis – da rede municipal – e na Escola Pedro Henrique da Silva – da rede estadual.


Blog do Flávio Fernandes

Após denúncia no Ministério Público Federal (MPF) onde deve investigar o Uso Indevido das Máquinas do PAC em Cuité, o ex- deputado estadual Bado Venâncio (PEN)  admitiu  no Programa da Rádio Cidade 89FM Cuité que foi ao ar na manhã deste sábado (25)  que a máquina do PAC foi usada em terreno da sua mãe que fica na “Zona Urbana”.  

Em outras palavras Bado  carimbou  o pedido de investigação feito ao MPF  pela vereadora Isis Rafaela .   “ Agora vem com esse bê a bâ, que máquinas limparam terreno no centro,   limpou talvez sem nem  saber que era da minha mãe e  sem ela  pedir “ disse  Bado Venâncio a respeito do uso da máquina do PAC. 

“ Terreno que  serve para Outdoor  onde todo mundo usa para divulgar propaganda educativa”  de fato  inclusive  fazer propaganda  extemporânea implícita e promoção pessoal  de “Feliz Ano Novo” .

O fato da denúncia chegar na semana passada ao programa em cadeia de rádio estadual “Fala Paraíba”, deu direito a participação da prefeita Euda Fabiana (PMDB) onde  negou que  as máquinas do PAC trabalharam na zona urbana em terrenos de familiares, segundo a prefeita a denuncia era infundada.  

Nas redes sociais na  tentativa de desqualificar a denúncia , Bado Venâncio expôs um endereço e omitiu outro (terreno) alvo da denuncia no MPF “Mais uma mentira da oposição de Cuité, pois a minha Mãe mora há mais de 57 anos na principal rua da cidade de Cuité (PB), ou seja, a Rua Presidente João Pessoa, n 111, que por sinal é a mesma Rua da Igreja Matriz Nossa Senhora das Merces”.  Postou Osvaldo Venâncio dos Santos.

Depois de divulgada imagens pelo Blog Flavio Fernandes das máquinas do PAC em ação na área privada da família da prefeita, o discurso mudou na manhã deste sábado no divã (estúdio) da 89 FM Cuité, a prefeita não falou do assunto porém Bado por falar muito entrou em contradição e afirmou que as máquinas do PAC realmente estiveram no terreno de propriedade da sua família  “ se trata de um terreno que se encontra  em inventário” disse Bado ; o que não deixa de ser bem de família. 

E as denúncias não param , segundo informes o MPF será mais uma vez provocado para apurar “O Escândalo das Máquinas do PAC 2 “ com trabalho a  “Toda Hora” no uso de máquinas em fundações, demolições e transportes de entulhos de áreas privadas também de familiares da gestora, que passaram dias e não minutinhos no desvio de função. 

Na portaria do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), essas máquinas têm como princípio fundamental servirem aos trabalhadores rurais, para melhoramento da infraestrutura rural, ou seja, na construção de estradas, limpeza de barreiras e açudes e sendo obrigado a elaborar relatório de atividade das máquinas com informações de como e onde elas foram utilizadas, enviando para o MDA, Câmara Municipal e para o Conselho Administrador.

Dema Macedo
O caixa eletrônico de uma agência bancária no município de Pedra Lavrada, no Seridó paraibano, foi explodido neste sábado (25). De acordo com a Polícia Militar, pelo menos quatro suspeitos em um carro praticaram o crime durante esta madrugada. Eles espalharam grampos nas saídas da cidade para dificultar as buscas policiais.

O levantamento do Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos Bancários revela que este foi o 48º crime contra bancos este ano na Paraíba. Com a ação em Pedra Lavrada, já são 24 explosões registradas no estado em 2015.

A explosão aconteceu por volta das 3h. Os suspeitos estavam em um veículo não identificado. Eles colocaram a dinamite, destruíram parcialmente o equipamento e fugiram com todo o dinheiro do caixa eletrônico.

Testemunhas no local informaram que o caixa tinha sido abastecido na tarde da sexta-feira (24). Há cerca de dois anos, a agência do mesmo banco, que ficava em outro prédio, tinha sido alvo de uma ação criminosa.

Com o impacto da explosão, partes do caixa eletrônico foram lançadas para o outro lado da rua. Segundo a polícia, buscas foram realizadas na região, mas não houve prisões até as 11h de hoje. O Instituto de Polícia Científica (IPC) foi acionado para periciar o local.

G1 PB