Um convênio entre o Governo do Estado e o Governo Federal foi suspenso no dia 31 de janeiro e reduziu em mais 600 o número de carros pipas que abastecem as famílias das regiões que sofrem com a falta d'água. 

Essa redução iria penalizar ainda mais os moradores das zona rurais das cidades que sofrem com a seca na Paraíba se não fossem as chuvas registradas no Sertão nesses dois meses. 

O secretário de Agricultura do Estado, Carlos Alberto Oliveira, informou que desde março os carros pipas conveniados ao Estado não estão mais fazendo a distribuição de água em municípios do semiárido.

Com o fim do fornecimento d'água pelo Estado, somente os cerca de 800 veículos conveniados ao Exército estão abastecendo as zonas rurais e urbanas. O secretário informou que algumas prefeituras também ainda estariam mantendo o abastecimento com carros pipas. 

Carlos Alberto explicou que o contrato com o governo Federal venceu no dia 31 de janeiro e não foi mais renovado."Nós seguramos o abastecimento até fevereiro e enviamos a documentação necessária para a renovação, mas até agora ela não aconteceu. Mas estamos insistindo em mostrar que a necessidade ainda existe", revelou.

O secretário alertou para a necessidade da manutenção desse contrato porque, apesar das chuvas, os mananciais que abastecem as cidades não estão acumulando água significativamente e os barreiros e pequenos açudes das zonas rurais não fornecem água de qualidade para o consumo humano. No estado da Paraíba, 16 cidades continuam em colapso de abastecimento d'água e apesar das chuvas, esse quadro ainda permanece.

Chuvas bem vindas

Apesar dos grandes mananciais continuarem com pouca reserva, a avaliação do presidente da Agência Executiva de Gestão das Águas (Aesa), José Vicente, é de que as precipitações registradas até agora são muito bem vindas, mesmo que elas não tenham proporcionado a recarga suficiente para o abastecimento das cidades. 

As chuvas registradas nas cidades do Sertão têm enchido rios, barreiros e açudes de pequeno porte que permaneceram secos por mais de dois anos. A água de volta numa terra seca e penalizada trouxe muita alegria e esperança principalmente para os moradores das zonas rurais que só contavam com a água distribuída pelos carros pipas.

Nas zonas urbanas, no entanto, o abastecimento continua problemático, pois os grandes mananciais de abastecimento não receberam a recarga suficiente para trazer tranquilidade. "As grandes barragens ainda não tiveram a recarga que almejamos e mesmo Patos, que foi a cidade mais contemplada com o acumulado de mais de 600 milímetros este ano, não registrou aumento no volume dos dois mananciais que abastecem a cidade o suficiente para nos tranquilizarmos", informou José Vicente.

Os açudes de Jatobá e da Farinha, em Patos, a 320 quilômetros de João Pessoa, estavam quase que completamente secos e estão com cerca de 40% e 20%, respectivamente, um acúmulo ainda considerado insuficiente, diante da escassez cíclica de chuvas registrada região do semiárido.

Mas o presidente da Aesa acredita que com os pequenos açudes e barreiros cheios, as necessidades mais imediatas, como matar a sede das pessoas e animais, são atendidas. "Apesar da capacidade de acúmulo desses mananciais ser muito pequena e eles permanecem com água por um período muito curto, eles são de grande ajuda para o sertanejo que vem de um período longo de sofrimento com a seca", acrescentou. 

Plantio tarde

A esperança do sertanejo está fazendo com que mesmo num tempo considerado tardio para a plantação corra em busca de sementes. O coordenador técnico da Emater-PB, Jailson Lopes, informou que está havendo uma corrida intensa em busca de sementes e ele acredita que apesar do atraso, haverá uma safra bem melhor.

"Não teremos uma safra regular como quando as chuvas chegam mais cedo e o agricultor começa a plantar já no início do ano, mas como estamos há mais de dois anos sem safra por conta da estiagem, acredito que este ano teremos uma grande melhora", opinou.

A preocupação com a falta de água para o consumo, na opinião do coordenador da Emater, fez com que o agricultor só pensasse no plantio, bem depois da época propícia. 

Já o secretário de Agricultura e Pesca do Estado, Agamenon Vieira da Silva, acredita que mesmo que chuvas não garantam uma produção tão satisfatória, elas asseguram a produção de ração animal para alimentar os rebanhos.

"Com o desenvolvimento do pasto, o grande problema da falta de comida que dizimou mais de 30% dos rebanhos do estado nesses dois anos, será amenizado", analisou.

O secretário acredita também que a distribuição de ração feita pelo governo do Estado deverá ser diminuída. "A seca diminuiu e muito o nosso rebanho e o problema foi controlado justamente por conta dessa distribuição de ração. A produção crescente do pasto proporcionado pelas chuvas deverá diminuir os gastos do governo com o fornecimento do alimento dos animais". avaliou. 

Ele é médico e foi prefeito de Cuité, no Curimataú. Agora, pode dizer que também é pescador, e dos bons!

O ex-prefeito de Cuité Dr. Jaime Filho aproveitou o feriado da semana santa para pescar no açude do Imbé, em uma canoa o ex-prefeito mostrou habilidade no remo e no seu esporte preferido a pesca.


Em 2013 na sua propriedade, no município de Cuité, Jaime Filho pescou um pirarucu gigante. O peixe, com 49 quilos e 1,62 de comprimento, virou atração na comunidade do Imbé. Antes, deu um trabalho de horas para ser retirado d’água.

CuitéPBOnline

O espetáculo ‘Paixão de Cristo, promovido pela PMC, UFCG-CES-Cuité e o Ponto de Cultura será apresentado, até esta sexta-feira, no teatro ao ar livre do olho d’água da bica.

A população Cuiteenses e da região assistiram um dos maiores shows de encenação que retrata o Sofrimento de Jesus Cristo - Paixão de Cristo - 2014.

Mais de 250 artistas fizeram parte do elenco, um público com mais de 5.000 pessoas, uma arrecadação de mais de 3 toneladas e meia de alimentos, luzes, efeitos especiais, sonorização e muita emoção.


CuitéPBOnline 

A prefeita de Cuité, Euda Fabiana (PMDB), acabou enfrentando uma “saia justa” devido a problemas em sua imagem e foi vaiada por milhares de pessoas na noite desta quinta-feira (17) no Olho d’água da Bica, o constrangimento ocorreu durante a encenação da “Paixão de Cristo” na cidade.

A vaia ocorreu quando o locutor da Prefeitura convidou a prefeita para usar a palavra.

 O vexame acabou não sendo evitado, o constrangimento foi tamanho, que a prefeita fez um discurso rápido.


Da Redação
A prefeita de Pombal, Polyanna Dutra (PT) reafirmou o seu apoio ao projeto de reeleição de Ricardo Coutinho (PSB), após encontro nesta quarta-feira (16) com o governador.

"O governador Ricardo Coutinho é muito trabalhador e eu também. Quem quer trabalhar, mostrar serviço e fazer o bem ao povo segue este caminho."

Polyanna Feitosa afirmou que a parceria com o governo do Estado só vem beneficiando a cidade e lealdade se paga com lealdade.

"A cidade só vem ganhando com a gestão de Ricardo Coutinho e eu não tenho motivos para sair desse projeto que vem dando certo para a Paraíba e para Pombal também", completou.

De acordo com a prefeita, a parceria entre Estado e municípios está sendo muito boa e construtiva para o desenvolvimento dos municípios com inúmeras estradas, adutoras, investimentos em saúde, educação e de acesso à água.

“Em Pombal fomos muito beneficiados na saúde com a instalação de um centro de cardiologia que realiza o diagnóstico preciso evitando mortes, além da Casa da Cidadania, matadouro e abertura de poços artesianos”.

O governador Ricardo Coutinho agradeceu a confiança da prefeita Pollyanna e das demais lideranças, destacando que ela é um exemplo de gestora que não mede esforços para dialogar e desenvolver políticas públicas para melhorar a qualidade de vida do povo de Pombal.

"Pombal hoje é uma referência e exerce forte influência na região", completou Ricardo. 

Durante a audiência com o governador Ricardo Coutinho, o secretário de Articulação e Desenvolvimento dos Municípios, Carlos Antônio, e o presidente estadual do PSB, Edvaldo Rosas, a prefeita de Pombal esteve acompanhada do presidente da Câmara de Pombal, vereador Rogério Martins (PSB), do ex-prefeito de Brejo do Cruz Francisco Dutra (Barão) e do secretário de Indústria e Comércio do município, Francimar Fragoso que reafirmaram apoio político do grupo a Ricardo Coutinho.

Redação com Assessoria
O município de Cuité realiza este ano o tradicional espetáculo da “Paixão de Cristo – No Maior Teatro ao Ar Livre da Paraíba”, nas próximas quinta (17) e sexta-feira (18), às 20h, no Horto Florestal Olho D’Água da Bica. 

A organização é da Prefeitura Municipal de Cuité, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, com o apoio da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB).

A entrada para o evento custará um quilo de alimento não perecível. A expectativa é que cerca de 50 mil pessoas acompanhem o espetáculo, durante os dias de apresentações. 

O espetáculo da “Paixão de Cristo 2014” será encenado por atores e produção locais, com infraestrutura e cenários produzidos na própria região. O objetivo é favorecer a política de eventos do município e da Região do Curimataú, fortalecendo o desenvolvimento econômico.
Nos arredores do Horto Florestal Olho D’Água da Bica serão instalados estandes para a comercialização de produtos locais, a exemplo do artesanato do município, as tradicionais comidas típicas e o mel de abelha. Também será distribuído material de divulgação sobre a Política Nacional de Desenvolvimento Regional da Cultura e do Turismo no interior do Território da Cidadania do Curimataú.

Sobre o município
O município de Cuité está localizado há 212 quilômetros de João Pessoa, na microrregião do Curimataú Ocidental. Possui uma área total de 735,334 quilômetros quadrados e população estimada em 19.950 habitantes. A economia local é baseada na agricultura familiar e comércio. 



ALPB

João Pessoa, 16 de abril de 2014 - A Polícia Rodoviária Federal (PRF), prendeu duas pessoas acusadas de tentativa de roubo a um ônibus escolar na noite desta terça-feira(15) em Campina Grande. Tiros foram disparados pela dupla, mas ninguém ficou ferido.

A tentativa de roubo aconteceu por volta das 23 horas, quando estudantes universitários retornavam para o município de Cubati. Uma motocicleta com dois ocupantes se aproximou e estes anunciaram o assalto. O motorista do ônibus conseguiu fugir e os acusados dispararam contra o escolar, atingindo a traseira do veículo.

O condutor do escolar parou no posto PRF da Farinha, localizado no KM 183 da BR 230, no município de Pocinhos, solicitando apoio da PRF. Imediatamente, a equipe do Grupo de Policiamento Tático da Delegacia PRF de Campina Grande iniciou o patrulhamento e abordou os acusados, que estavam em uma motocicleta vermelha, na localidade conhecida como “ladeira do bosque”.

Foram presos C.A.S. de 21 anos e I.S. de 20 anos. Com os presos foi encontrado um revólver calibre 32 com quatro munições.

Os presos foram encaminhados para a Central de Polícia de Campina Grande.

Redação com Assessoria

Paixão de Cristo

Por Émyle Farias

No cenário de tanta beleza
A ansiedade se antecipa
Reviveremos com emoção
A mais linda encenação
No Olho D'água da bica.

A Saudade era tamanha
De encontrar neste lugar
Nossa linda natureza
Em meio a tanta riqueza
Fé e Esperança multiplicar.

É tempo de Fé e esperança
Pois nunca estaremos sós
O Amor de Cristo Jesus
Que venceu o calvário e a cruz
Vive e reina entre nós!
Há vagas para as prefeituras de Nova Floresta, Cabaceiras, Baraúna e câmaras de Nova Palmeira, Frei Martinho e Picuí

Estão abertas as inscrições para os concursos públicos de sete prefeituras e uma Câmara Municipal na Paraíba. Ao todo serão 833 vagas e os salários variam de R$ 724 a R$ 4,5 mil com oportunidades para todos os níveis de escolaridade. As Universidades Federais da Paraíba (UFPB) e de Campina Grande (UFCG) e a Estadual (UEPB) estão com vagas para professores substitutos. Já o edital da Polícia Rodoviária Federal (PRF) foi divulgado na semana passada e tem 216 vagas de nível intermediário de agente administrativo, sendo 4 vagas para a Paraíba. 

Na Paraíba há vagas para as prefeituras de Nova Floresta (85), Cabaceiras (97), Baraúna (44), prefeitura e Câmara de Nova Palmeira (51), Frei Martinho (19) e Picuí (130).

BNB

Começam nesta terça-feira (15) as inscrições para analista bancário do Banco do Nordeste do Brasil (BNB). O edital do concurso foi publicado na semana passada e as inscrições podem ser realizadas até o dia 8 de maio, pelo site da FGV Projetos. A taxa é de R$ 60. A seleção preencherá 12 vagas imediatas, mais cadastro de reserva, em todas as localidades onde o banco atua. Embora tenha a nomenclatura de analista, o cargo exige nível médio. Os novos servidores terão remuneração inicial de R$ 2.950,58 sendo R$ 2.043,36 de vencimentos, R$ 509,89 de auxílios refeição e R$ 397,33 de auxílio alimentação, além de benefícios como Plano de Previdência Privada e Assistência Médica, creche, de R$ 330,71. A carga de trabalho é de 30 horas semanais.

Por Jornal Correio da Paraíba/Nayanne Nóbrega