Tárcio Pessoa comenta sobre a onda de violência em nossa região e também fala sobre a proposta dos vereadores de proibir o uso do capacete

Cuité Pb online | 14:17 | 8 Comentários

Partilhar

Quando o Certo passa a ser Errado!
Por Tárcio Pessoa

Saudações amigo@s, acho que como eu, todos os cuiteenses e moradores das cidades vizinhas estão assustados com a onda de violência que passou a assolar nossa região, acho que como eu muitos estão indignados e injuriados com a falta de pudor desses criminosos que acham que a força do terror é imperativa em nosso meio.

Em momentos como estes, onde o medo e a intolerância passam a ser evidenciados, onde a bestialidade passa a ser comum. É imperativo que a sociedade se organize e passe a cobrar, a quem deve ser cobrado, uma ação rápida, enérgica e terminativa para o confronto imediato deste problema. A Foça da Lei deve mais do que nunca ser brandida e o poder do Estado de tutelar os direitos coletivos deve ser evidenciado.
Não da mais para assistimos impávidos o desenrolar de uma moléstia que passa a nos assolar, não da para aguentar calados tamanha ousadia, é hora de gritar, basta! É hora de cobrar ação. Independente de nossas forças individuais, independente de nossa capacidade de ação, é hora de gritar basta!

Não adianta tentar tapar o sol com a peneira, a violência é evidente e todas as chagas que a acompanham estão rondando nossas casas. Não adianta tentar criar subterfúgios ou paliativos para o problema, é hora de ação, é hora de cobrança e de união em torno da solução do problema. 

Em momentos como este, a razão deixa de ser a orientadora dos pensamentos e emergem das emoções soluções que muitas vezes são piores que os problemas ou não passam de meros desvio de atenção.
Não da para aceitar em nome de uma causa maior, se violar um dispositivo legal que foi criado para a proteção social, pois se assim agirmos estaremos buscando no caos a solução de nossos problemas e na barbárie a ressureição da velha Lei de Talião, do “Olho por olho, dente por dente”. Isso não nos basta, isso não nos atende, isso não nos trará o mínimo dos benefícios.

Não é aceitável ver partindo de representantes do povo uma proposta de lei municipal que já nasce morta na sua origem, que passa a ser um aborto legal, flagrantemente contrario a Constituição Pátria no dispositivo tocante ao principio legislativo da hierarquia das normas legais e da distribuição das competências dos entes federados na construção das leis.

Meus amigos e amigas, proibir o uso de capacete através de uma lei municipal e achar que isso vai inibir a violência é atirar de espingarda de chumbinho em um dragão voraz. Não vai causar efeitos e nos farar perder tempo e energia.

Vamos passar a agir de forma enérgica é responsável, vamos provocar essa discursão e ir para a briga, vamos chamar as autoridades responsáveis e cobrar um plano integrado de enfrentamento do problema.
Vamos realizar em Cuité uma audiência publica e convocar o Secretario de Segurança e Defesa Social do Estado, os Comandos das Policias Civis e Militares, o Ministério Publico, a Prefeitura Municipal e a Câmara de Vereadores, as Igrejas, as ONGS, a Sociedade Civil, enfim vamos por essa discursão em pauta e sairmos com um plano de enfrentamento da violência montado e passar a dar tolerância zero ao crime e a violência, vamos encarar o problema de frente.

Vamos lutar por cidadania, vamos mostrar que não nos dobramos ao medo, vamos a luta, sem cor partidária, vamos lutar como cidadãos conscientes e livres.

Eu me comprometo com essa luta, vamos lutar juntos Cuité!

Category:

8 comentários:

  1. Isso mesmo Tarcio, vamos juntos cobrar uma ação das autoridades, conte conosco...

    Wilka Geane

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É de lamentar meu caro Tárcio. Infelizmente moramos em um país, que sabe cobrar tão bem impostos sobre impostos. Mas não oferece uma educação e saúde qualitativa.A bandidagem já venceu o estado constituído. Esse PT com essa Maria só arrecadam e nada mais.
      Como deve ser triste para quem ainda se considera brasileiro!!!!!

      Excluir
    2. é existem alguns partidarios para ñ dizer Vrdor que não entende de segurança pública tais como pensar que um capacete irá acabar com a violência,pois capacete não é arma na forma que se usa....

      Excluir
  2. É O NA REALIDADE FALTA É MUITO... EDUCAÇÃO DE MANEIRA GERAL, COLOCAR NOSSOS IMPOSTOS A NOSSO FAVOR. O POVO PRECISA PENSAR COM A RAZÃO NÃO AGIR POR EMOÇÃO, POR MOMENTO. DESDE DE 2008 QUE VEJO E ASSISTO MOVIMENTOS DE ALGUNS SETORES MAS, ISOLADOS. É PRECISO SE PENSAR GRANDE. PENSAR NA POPULAÇÃO. CADÊ AS LÃMPADAS NOS POSTE? PAGAMOS ILUMINAÇÃO PÚBLICA PARA ONDE ESTÁ INDO ESSES RECURSO? AS RUAS CONTINUAM ESCURA, PORQUE SO SE PREOCUPAM COM A 25 DE JANEIRO? SERÁ QUE SÓ EXISTE ESSA RUA? E AS OUTRAS NÃO RUAS? NÃO RESIDEM PESSOAL? FAÇAM O QUE DE DIREITO PARA A POPULAÇÃO!!

    ResponderExcluir
  3. Parabéns Tárcio pela proposta da realização de uma audiência publica para discutir o problema junto com o Secretario de Segurança e Defesa Social do Estado, os Comandos das Policias Civis e Militares, o Ministério Publico, a Prefeitura Municipal e a Câmara de Vereadores, as Igrejas, as ONGS, a Sociedade Civil. Para que assim todos nós buscamos solucionar o problema da falta de segurança em Cuité e região.
    Falando sobre o capacete: Como vc disse uma lei Municipal não pode ir contra a constituição federal, e que proibindo o uso de capacete não irá mudar o número de assassinatos e roubos em Cuité e sim irá aumentar o número de vítimas de acidentes na nossa região.

    ResponderExcluir
  4. DEMOROU PRA VOCÊ SE PRONUNCIAR.MAS PARABÉNS CUITE NÃO MERECE PASSAR POR ISS.

    ResponderExcluir
  5. Parabéns Tárcio por suas palavras, vc mostra que realmente tem equilibrio e racionalidade para poder enfrentar problemas graves como esse que está acometendo nossa cidade.

    VAMOS LUTAR JUNTOS POR CUITÉ, estou com vc!!!!!

    ResponderExcluir
  6. infelismente, os policiais em vez policiar as ruas ficam atraz de namoradas por aí...

    ResponderExcluir

Deixe aqui registrada a sua opinião, este é um espaço aberto ao debate!
A sua identificação é bem vinda!
Acima de tudo RESPEITO às opiniões!

Participe e volte sempre!