MULHER COM DOENÇA RARA EM CUITÉ, ASSISTA.

Cuité Pb online | 11:46 | 7 Comentários

Partilhar

A senhora Marizete Alves da Silva, moradora da zona rural do município de Cuité - PB, tem uma doença rara que atinge a pele formando espécies de 'bolhas'. Mais especificamente no rosto, a pessoa que tem a doença fica 'desfigurada'.

Geraldo Batista foi entrevistar essa senhora e você pode conferir o vídeo abaixo para entender o caso.



Ascom Creative

Category:

7 comentários:

  1. Que Deus toque no coração das autoridades não só em nível Municipal e Estadual, mas também a nível Federal, que esse vídeo seja compartilhado e chegue na pessoa certa para o tratamento dessa mulher, e do seu filho, parabéns pela reportagem e Deus assuma o comando de tudo.

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pelo profissionalismo.

    ResponderExcluir
  3. O caso é praticamente o mesmo de um Indonésio e a doença já foi diagnosticada, embora não se tenha cura há meios para evitar que a doença avance, o que seria bom para o filho dela, já que a doença é genética. Leia mais aqui > http://www.diarioinsano.com.br/2012/06/doenca-de-chandra-wisnu-o-homem-bolha-e.html

    ResponderExcluir
  4. Meu Deus... Autoridades da cidade de Cuité ajudem a essa Senhora, em vez de pensar em tanta festa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deixe de ser burro, pensa logo em politicagem jumento(a) isso é uma doença rara que já foi diagnosticado e não tem cura é uma doença genetica. O povo imbecil, nesse caso somente Deus pode intervir.

      Excluir
    2. O que mais chama-me a atenção é que ela está residindo em um dos municípios do Brasil, onde a saúde parece com de Cuba.No entanto o serviço dos Agentes Comunitários, nunca cadastraram e nem viram essa senhora. Foi preciso um profssional dos meios de comunicação por evidência o fato. Que a comunidade mobilize-se e busque alternativas, porque se depender da saúde 1000, é mesmo porreta.

      Excluir
  5. Impressionante! mas parece que mais elevado ainda é o silêncio com que o setor da saúde têm tido com o caso dessa senhora. Ainda bem que alguém se preocupou em fazer essa matéria.

    ResponderExcluir

Deixe aqui registrada a sua opinião, este é um espaço aberto ao debate!
A sua identificação é bem vinda!
Acima de tudo RESPEITO às opiniões!

Participe e volte sempre!