SINPUC SE REÚNE COM GESTORES DE FREI MARTINHO

Cuité Pb online | 15:33 | 0 Comentários

Partilhar

Nesta quinta-feira os dirigentes do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais do Curimataú (SINPUC) Sebastião Santos, Roselita Silveira e Elisabete Dantas se reuniram com o prefeito de Frei Martinho, Aguifaíldo Lira, e com os secretários Aguifá Lira e Aguifaneide Gondim. O encontro contou também com a participação dos delegados de base do município, Sérgio Oliveira e Jaílma Dantas.

Os sindicalistas discutiram com os gestores os encaminhamentos das reivindicações feitas no encontro do dia 25 de fevereiro. Na nova conversa foi reforçada a necessidade da aquisição imediata dos Kits de Equipamento de Proteção Individual (EPI), o fim dos descontos no pagamento do décimo terceiro salário dos servidores, o parcelamento do pagamento da folha de dezembro e a efetivação da isonomia salarial em Frei Martinho.

A secretária Aguifaneide Gondim informou que a prefeitura já está implementando os entendimentos acordados na reunião de fevereiro. Sobre os Kits EPI, Gondim afirmou que está fazendo o levantamento dos itens necessários para, em seguida, realizar uma licitação e fazer a compra dos equipamentos. Sebastião Santos sugeriu que, enquanto o processo licitatório não for autorizado, os agentes de limpeza pública e os coveiros sejam imediatamente atendidos pela gestão.

Na discussão ficou acertada a vinda de técnicos do Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (CEREST) para orientar os servidores sobre o uso dos equipamentos de proteção individual. Os Kits são de uso obrigatório. Os servidores que se recusarem a utilizar os equipamentos poderão ser punidos. “Essa obrigatoriedade é estabelecida na Política Nacional de Saúde do Trabalhador”, esclareceu Sebastião Santos.

O prefeito, Aguifaíldo Lira, fez uma análise financeira dos problemas deixados pelo antigo gestor e informou aos sindicalistas que a prefeitura tem um passivo total de R$ 347.943,13 para ser quitado pela nova administração. A folha de dezembro corresponde a R$ 152.201,69. A administração passada só pagou R$ 10.624,77 aos agentes públicos comissionados. Os efetivos levaram um calote de R$ 141.576,92.

A dívida de dezembro está sendo estudada pelos gestores de Frei Martinho. “Estamos nos esforçando para não atrasar os nossos salários”, destacou Aguifaíldo Lira. A secretária de finanças do SINPUC, Elisabete Dantas, sugeriu a mesma solução adotada para o problema em Nova Palmeira: a prefeitura continua pagamento em dia os salários da nova gestão e parcela a dívida em duas vezes para cada categoria de servidores. O critério de prioridade poderá ser estabelecido por sorteio.

O prefeito e os secretários avaliarão a ideia até o dia 13 de abril. “O diálogo é fundamental para toda solução”, disse Aguifaíldo Lira. “A administração acerta quando afirma que quer dialogar”, reforçou Sebastião Santos.

Os descontos que as administrações do Curimataú realizam no pagamento do décimo terceiro também foram discutidos. O prefeito disse que vai corrigir o problema. Sobre a política de isonomia salarial, Aguifaíldo Lira disse que vai estudar a demanda e, ao longo do seu governo, irá implantar a regra.

ASCOM

Category: ,

0 Comentários

Deixe aqui registrada a sua opinião, este é um espaço aberto ao debate!
A sua identificação é bem vinda!
Acima de tudo RESPEITO às opiniões!

Participe e volte sempre!