Esportistas gravam vídeo em protesto a falta de incentivo ao esporte de Cuité

Cuité Pb online | 12:15 | 11 Comentários

Partilhar


Falta de apoio faz um cajueiro e uma rua de terra virar ginásio de basquete no bairro Basílio Fonseca. Vejam este vídeo produzido por Fabio (FBO) representante da ASS.  

“Que vergonha Cuité que vergonha secretaria de esporte, eu como adepto do basquete não poderia de registrar isso”. FBO.


CuitéPBOnline

Category: ,

11 comentários:

  1. QUEM É ESSE TAL DE FABIO (FBO)? QUE ASSOCIAÇÃO É ESSA ?
    QUEM SÃO ESSES JOGADORES DE BASQUETES?
    AQUI EM CUITÉ EU SÓ VEJO O POVO SE INTERESSAR POR FUTEBOL DE CAMPO E FUTSAL.E ALGUNS (POUCAS E POUCAS) JOGAM HANDEBOL.
    ATÉ MESMO O VÔLEI ,QUE JÁ FOI UM ESPORTE MUITO JOGADO AQUI EM OUTRAS ÉPOCAS ,QUSASE NÃO EXISTE, SÓ ALGUNS POUCOS ATLETAS. AGORA COM O APOIO DA SECRETARIA DE ESPORTE O VÔLEI ESTÁ VOLTANDO,TEVE ATÉ UM CAMPEONATO DE VÔLEI DE AREIA,COM DIREITO A TROFEU E MEDALHAS. EU VI A ENTREGA NO DIA DA CRRIDA DE RUA .
    MAS EU ACHO O BASQUETE UM ESPORTE MUITO IMPORTANTE E LEGAL.
    OUVI DIZER DE UM PROJETO DA SECRETARIA EM PARCERIA COM O MINISTERIO DE ESPORTE ,QUEM SABE O BASQUETE NÃO ESTÁ INCLUIDO.VAMOS ESPERAR PARA VER.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. muita farofa e pouca ação deve ser um babão ai falando kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Excluir
    2. É sempre assim!
      A "abelha rainha" nunca se mostra, são suas "operárias" que a defendem!!!

      Excluir
  2. A SECRETATARIA DE ESPORTE DE CUITÉ TEM MUITA FAROFA E POUCA AÇÃO, NA REALIDADE NÃO VEJO INCENTIVO AO BASQUETE

    ResponderExcluir
  3. HIP ROP
    Hip hop (também referido como hip-hop) é uma cultura artística que iniciou-se durante a década de 1970 nas áreas centrais de comunidades jamaicanas, latinas e afro-americanas da cidade de Nova Iorque.[1] Afrika Bambaataa, reconhecido como o criador oficial do movimento, estabeleceu quatro pilares essenciais na cultura hip hop: o rap, o DJing, a breakdance e a escrita do grafite.[2] Outros elementos incluem a moda hip hop e as gírias.[3]

    Desde quando emergiu primeiramente no South Bronx, a cultura hip hop se espalhou por todo o mundo.[4] No momento em que o hip hop surgiu, a base concentrava-se nos disc jockeys que criavam batidas rítmicas para pausas "loop" (pequenos trechos de música com ênfase em repetições)[5] em dois turntables, que atualmente é referido como sampling. Posteriormente, foi acompanhada pelo rap e identificado como um estilo musical de ritmo e poesia, com uma técnica vocal diferente para utilizar dos efeitos dos DJs.[6] Junto com isto, surgiram formas diferentes de danças improvisadas, como a breakdance, o popping e o locking.[7]

    A relação entre o grafite e a cultura hip hop surgiu quando novas formas de pintura foram sendo realizadas em áreas onde a prática dos outros três pilares do hip hop eram frequentes, com uma forte sobreposição entre escritores de grafite e de quem praticava os outros elementos.
    No Brasil

    O berço do hip hop brasileiro é São Paulo, onde surgiu com força nos anos 1980, dos tradicionais encontros na rua 24 de Maio e no Metrô São Bento, de onde saíram muitos artistas reconhecidos como Thaíde, DJ Hum, Styllo Selvagem, Região Abissal, Nill (Verbo Pesado), Sérgio Riky, Defh Paul, Mc Jack, Racionais MC's, Doctor MC's, Shary Laine, M.T. Bronks, Rappin Hood, entre outros.

    Atualmente, existem diversos grupos que representam a cultura hip hop no país, como Df Zulu Breakers (Brasília-DF), Movimento Enraizados, MHHOB, Zulu Nation Brasil, Casa de Cultura Hip Hop, Posse Hausa (São Bernardo do Campo), Hip Hop Mulher, FNMH2, Nação Hip Hop Brasil, Associação de Hip Hop de Bauru, Cedeca, Cufa (Central Única das Favelas). A principal premiação do hip hop no país é o Prêmio Hutúz, em cerimônia realizada todo ano. É organizado pelo Hutúz e é considerado o maior da América Latina.

    ResponderExcluir
  4. realmente essa secretária não tem tempo para exercer essa função, pois a mesma trabalha 8hs por dia no orlando venancio. ela éobrigada a dar esse expediente, pois é servidora do estado da pb. é por isso que não existe qualidade nessa secretaria... COLOQUEM ALGU[EM QUE ENTENDA DE ESPORTE E POSSA DEDICAR-SE INTEGRALMENTE A ESSE CARGO

    ResponderExcluir
  5. a Secretária é professora e como os demais professores ela não é obrigada a trabalhar 8 horas por dia não.Ela tem um horario que sempre teve e nunca impediu de fazer o trabalho na Secretaria.
    Eu acho que as pessoas que postam esses comentários estão querendo ser Secretário. Pois se apresetem a Prefeita e peçam o lugar dela.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deve ser por isso que Cuité não cresce!
      Os Secretários Públicos estão ocupados com outras coisas, quando na verdade, deveriam dedicar-se e satisfazer a população.
      Mas, pelo que parece, eles não estão "nem aí". Só querem mesmo é saber da data de pagamento!

      Tatiane M.

      Excluir
  6. Amigos, vocês estão enganados com respeito a Secretaria de Esportes e Laser, olhem, esta secretaria não tem recursos, não tem verbas destinadas diretaamente a ela, como tem a Saúde, a Educação e Ação Social.
    Eu acredito, que a Secretaria de Esportes fez milagres, sem ter dinheiro, realizar tantos eventos esportistas e de laser na nossa cidade.
    Para Cuité receber o selo UNICEF, a Secretaria de Esportes e Laser foi primordial.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, a Secretaria de Esportes e Laser possa não ter verbas destinadas diretamente a ela.
      E se tivesse? Faria alguma diferença? Creio que não!
      Pois, a Secretaria de Saúde tem! Mas, quando um diabético precisa de uma simples seringa e procura a Farmácia Básica de Saúde não encontra.
      Muito interessante!

      Excluir
  7. isso mostra o quanto o site de DAGMANDO é acessado... por todos os lados partidários.. é isso aê garoto, seu blog é o melhor

    ResponderExcluir

Deixe aqui registrada a sua opinião, este é um espaço aberto ao debate!
A sua identificação é bem vinda!
Acima de tudo RESPEITO às opiniões!

Participe e volte sempre!