Projeto de artista cuiteense é selecionado para o FIC Augusto dos Anjos 2013

Cuité Pb online | 21:47 | 1 Comentários

Partilhar

O Governo da Paraíba, por meio da Secretaria de Cultura, publicou no último sábado (9) a relação dos projetos que deverão ser contemplados com o Fundo de Incentivo à Cultura Augusto dos Anjos (FIC) biênio 2012/2013. Entre eles’, está o projeto com o título “Vozes Que Encantam”, idealizado pela repentista cuiteense Minervina Ferreira (foto) em parceria com o Museu do Homem do Curimataú (MHC) do Centro de Educação e Saúde (UFCG/Cuité). 

O projeto de Minervina  foi aprovado em 7º lugar dos 30 classificados no seguimento ‘Cultura Popular’ e poderá receber até R$ 10 mil do Fundo para a sua concretização. O ‘Vozes Que Encantam’ será um evento que reunirá vários nomes na arte do repente, cordel e declamação no próximo dia 1º de maio (dia do trabalhador). As apresentações acontecerão no próprio no museu, localizado em Cuité-PB. 

De acordo com Minervina, o projeto classificado tem como proposta divulgar algumas culturas como o ‘Cordel’ e a ‘Declamação’ as quais permaneceram, por muito tempo, esquecidas na região. A artista revelou, ainda, que só foi possível ser contemplada com FIC graças ao apoio do Museu do Homem do Curimataú. 

“É uma emoção muito grande. Quando vi o resultado na telinha do computador quase choro. Já comuniquei a quase todos os meus colegas que o projeto foi aprovado. Só tenho que agradecer a Deus, primeiramente. E, também, as pessoas amigas que me incentivaram, aos colegas e ao Museu por ter oferecido toda a estrutura para o evento. Estamos levantando a moral da cultura popular na nossa cidade, na nossa região”, declarou Minervina. 

Para o diretor do MHC, Israel Araújo, a participação da instituição neste tipo de processo ocorreu no intuito de trazer, principalmente, os artistas que estavam, até então, sem apoio e ao mesmo tempo incentivá-los financeiramente para que, futuramente, eles tenham mais motivação em suas apresentações culturais. 

“Desde o primeiro encontro com Minervina que a gente vem se reunindo, tentando devolver essa roupagem cultural a nossa região. Eu percebo que ela tem um entusiasmo muito grande para realizar seus sonhos. Então, me esforcei o máximo possível para que a gente pudesse fazer um projeto viável e que possa concorrer a vários programas de incentivo. Ofereci toda a estrutura do MHC, como sempre fazemos para incentivar artistas da cultura popular da nossa comunidade. E por isso, a gente conseguiu o FIC neste ano, revela Israel”. 


Ramsés França – Ascom/CES 

Category: ,

Um comentário:

  1. Parabéns a Minervina, sei do esforço e vontade dela valorizar o resgate da cultura popular e parabéns ao Museu pelo apoio a esta cidadã que merece todo aplauso e reconhecimento de nós que admiramos e curtimos a poesia, poema, declamação, cordel, enfim a uma cultura que estava esquecida a muitas anos e que com a presença da UFCG está trazendo e quem sabe, fazer surgir novos talentos.

    ResponderExcluir

Deixe aqui registrada a sua opinião, este é um espaço aberto ao debate!
A sua identificação é bem vinda!
Acima de tudo RESPEITO às opiniões!

Participe e volte sempre!