O SERTANEJO ESTÁ SENDO TRATADO COMO BICHO, MAS SE FOSSE BICHO, DE VERDADE...

Célio Furtado | 13:48 | 4 Comentários

Partilhar

Ainda há tempo para menos discurso e ação concreta. Como costuma lembrar Marcondes Benevides Gadelha sobre os efeitos da estiagem no Nordeste:


Foto: Algodão de Jandaíra - Curimataú


"Tudo isto só está assim porque quem são os afetados são pessoas pobres, sem amparo. Se fosse dezenas, centenas de jacarés vivendo sem água, o mundo todo, o Granpeace, etc já estariam acampados por aqui fazendo o Mundo despertar para construir a solução em tempo."

Category:

4 comentários:

  1. Concordo plenamente até parece que não fazemos parte de um país chamado Brasil,que dá mais importância a carnaval e a futebol do que a seres humanos,que pagam impostos altissimos e na hora da necessidade não recebem nada mesmo tendo direito.

    ResponderExcluir
  2. Somos substimados pela mídia política em nome da ecologia,em um paíz politicamente errado.

    ResponderExcluir
  3. Ao ler esta matéria, lembrei-me do saudoso Advogado Sobral Pinto, o qual em uma de suas atuações, ao defender um cliente, procurando livrá-lo das condições desumanas ao que estavam sendo submetidos invocou a Lei de Proteção aos animais, e dessa forma logrou êxito na causa.

    Pelo que estamos presenciando o descaso das autoridades competentes em relação ao nosso nordeste e principalmente com nossos irmãos, talvez tenhamos que invocar a LEI DE PROTEÇÃO DOS ANIMAIS para ver se dessa forma conseguimos dar um pouco de dignidades as pessoas!!!!!

    ResponderExcluir
  4. Mas vale salientar que no Nordeste os animais também estão sofrendo e não só as pessoas e mesmo assim nada está sendo feitos pelos mesmo.

    ResponderExcluir

Deixe aqui registrada a sua opinião, este é um espaço aberto ao debate!
A sua identificação é bem vinda!
Acima de tudo RESPEITO às opiniões!

Participe e volte sempre!