Paraíba receberá R$ 3,3 milhões do Ministério da Saúde para combate à dengue, veja quanto cada Município do curimataú receberá

Cuité Pb online | 16:30 | 0 Comentários

Partilhar

A Paraíba vai receber R$ 3,3 milhões do Ministério da Saúde, que está repassando, em parcela única, R$ 173,2 milhões a todos os municípios brasileiros para intensificar as medidas de vigilância, prevenção e controle da dengue. Os recursos vão contemplar os 223 municípios paraibanos com valores específicos destinados à qualificação das ações de combate ao mosquito transmissor da doença, o aedes aegypti, representando um subsídio de 20% do valor anual do Piso Fixo de Vigilância e Promoção da Saúde.
“A Secretaria de Estado da Saúde orienta a atualização dos Planos de Contingência de Dengue e a necessidade do cumprimento de metas já pactuadas como, por exemplo, disponibilizar quantitativo adequado de agentes de controle de endemias, garantir cobertura das visitas domiciliares pelos agentes, adotar mecanismos para a melhoria do trabalho de campo, realizar o LIRAa (Levantamento Rápido de Infestação por Aedes Aegypti) com ampla divulgação nos veículos de comunicação locais, notificar os casos graves suspeitos de dengue, entre outras ações”, explicou a gerente executiva de Vigilância em Saúde da SES, Talita Tavares.
Ainda segundo Talita, A Gerência Operacional de Vigilância em Saúde coloca todo seu corpo técnico à disposição para orientações e esclarecimentos quanto às ações e utilização dos recursos voltados para controle vetorial.
Dados da dengue – Da semana epidemiológica 1 a 51 de 2012, a Paraíba registrou um total de 11.435 notificações, destas, 6.507 fechadas como dengue clássica. Esse número registra um percentual de redução de 30,27% em relação ao ano de 2011, com 16.399 notificações. O Estado continua com cinco óbitos em investigação e com 12 confirmados como causa básica a dengue.
Talita ressaltou que, mesmo acontecendo mudanças de gestores neste momento, as ações de controle não podem parar de acontecer. “Os casos graves devem ter assistência oportuna para assim não aumentarmos o número absoluto de óbitos”, disse.  Ela explicou que o Governo do Estado realizará, no mês de fevereiro, uma Qualificação no Manejo Clínico da Dengue para todos os municípios do Estado.
“Estamos trabalhando com uma grande logística para gerarmos mais de 1.000 profissionais que possam ser multiplicadores e, assim, qualificarmos a assistência para a doença. Nesse período é o momento de redobrarmos os cuidados nas residências, verificando o adequado armazenamento de água, o acondicionamento do lixo e a eliminação de todos os recipientes sem uso que possam acumular água e virar criadouros do mosquito. Além disso, é importante cobrar o mesmo cuidado com ambiente público, como o recolhimento regular de lixo nas vias, a limpeza de terrenos baldios, praças, cemitérios e borracharias”, explicou Talita.
Municípios do curimataú e valores repassados pelo MS
Baraúna                
R$ 1.931,86
Barra de Santa Rosa
R$ 6.511,39
Cubati                
R$ 3.200,83
Cuité               
R$ 12.529,92
Damião                
R$ 2.282,83
Frei Martinho    
R$ 1.443,81
Nova Floresta      
R$ 5.157,39
Nova Palmeira        
R$ 2.002,97
Pedra Lavrada        
R$ 3.437,08
Picuí                  
R$ 8.922,48
Seridó                
R$ 4.792,38
Sossego                
R$ 1.572,19
Com ASCOM

Category: ,

0 Comentários

Deixe aqui registrada a sua opinião, este é um espaço aberto ao debate!
A sua identificação é bem vinda!
Acima de tudo RESPEITO às opiniões!

Participe e volte sempre!