OS HOLOFOTES SE VOLTARAM PARA A SECA

Cuité Pb online | 14:42 | 1 Comentários

Partilhar


Segundo fontes oposicionistas no último evento do governo do estado em João Pessoa a prefeita de Cuité, Euda Fabiana (PMDB) estava numa  crise de identidade política onde queria holofotes ao se aproximar do governador Ricardo Coutinho.

Mas os holofotes do evento foram exclusivamente para aqueles que não estão na sombra, muito pelo contrário estão no sol escaldante que as previsões meteorológicas apontam a pior estiagem nos últimos 30 anos no estado da Paraíba.

O governador Ricardo Vieira Coutinho tem levado obras e projetos estruturantes para Cuité, talvez isso tenha incomodado a gestão municipal, mas por outro lado a população aplaude os benefícios.

A prefeita de Cuité atendeu o convite do governador que se estendeu a todos os prefeitos e prefeitas onde os municípios sofrem com a estiagem. O evento ocorreu quinta (26) em João Pessoa.

Na ocasião o governo do estado, ouviu os prefeitos e prefeitas que assim foram catalogados todos os problemas que os municípios estão enfrentando com a seca, após coletados os dados e de acordo com a situação os municípios podem decretar situação de emergência.

Nos programas de rádio aos sábados os ancoras Bado e Euda, possa conter a empolgação do locutor, Alceu Farias  quando desrespeita o governador , Ricardo Coutinho intitulando de “cara de pau” .  Assim a prefeita possa entrar na sintonia e transmitir na integra as metas estabelecidas entre os governos federal, estadual e municipal para juntos combater a Seca.

João Azevedo (Secretário de Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Estado da Paraíba) informou que medidas emergenciais apenas minimizarão a situação, mas não resolvem por definitivo o drama das pessoas atingidas pela estiagem, mas sim as obras estruturantes com a transposição do Rio São Francisco, canal Adutor Acauã/Araçagi, construção de adutoras e a preservação dos rios e mananciais.

Segundo estudos ambientais já efetuados em Cuité , mananciais são degradados pela poluição com dejetos do Matadouro Público Municipal  , e não se reverte recursos para relocar o matadouro dentro dos padrões até mesmo de higienização. Outro fator preocupante na nossa região passam pela   falta de esgotamento sanitário que degrada o lençol freático , baixo   índice de água nos reservatórios e o crescimento populacional crescente  na ausência de obras  estruturantes  de recursos  hídricos da região.   

Espero que o Plano Estadual de Gestão de Riscos e Respostas à Estiagem, não deixe políticos se acostarem para tirar proveito político ou financeiro, uma vez que o nordestino não aceita mais ser vitima da indústria da Seca.

Blog Dema Macedo


Category:

Um comentário:

  1. palavras do proprio Bado, quando era prefeito, que tinha conseguindo recurso prá fazer outro matadouro. Pergunto eu Bado, cadê o recurso do matadouro?

    ResponderExcluir

Deixe aqui registrada a sua opinião, este é um espaço aberto ao debate!
A sua identificação é bem vinda!
Acima de tudo RESPEITO às opiniões!

Participe e volte sempre!