Câmara Municipal de Nova Floresta retoma os trabalhos com muitas denúncias

Cuité Pb online | 22:18 | 0 Comentários

Partilhar



Após a sessão tumultuada da última quinta-feira, a Câmara Municipal de Nova Floresta retoma os trabalhos com muitas denúncias da oposição.


A sessão começou às 20h e 20 min desta quinta-feira, com uma homenagem do presidente da casa aos dois munícipes, Jonací Ferreira (morto em um acidente de moto) e o senhor Letício Macedo (assassinado durante o assalto a casa lotérica).


Compareceram a sessão os vereadores; Ciriaco (Presidente da Câmara), Jucélio Rufino, Terezinha, Jácio, Rocélio, Rogério, Sérgio e Cavalcanti.
Após a confusão gerada na última sessão, a Polícia Militar foi solicitada para acompanhar os trabalhos na noite de ontem, o Major Galvão, Comandante do 9º BPM mobilizou um efetivo de 10 homens para a casa.

Ainda no início houve um atrito entre os vereadores Ciriaco, Rogério e Rocélio, pois o presidente declarou que não se pode levar um grupinho de pessoas para “acanaiá” uma sessão (se referindo ao ocorrido na última quinta).



No decorrer da noite foram apresentadas denúncias contra a atual gestão onde aconteceram várias manifestações por parte dos populares que assistiam a sessão.

Em entrevista a 89 FM o vereador da oposição Jucélio Rufino, declarou que já existem 7 denúncias formuladas no Ministério Público, na Defensoria Pública e no Tribunal de Contas sobre fatos que podem está acontecendo na administração municipal.
Segundo ele existem funcionários da prefeitura recebendo em torno de R$ 3.000/mês, sem descontar INSS e IR, ele ainda citou que no início do mandato do prefeito “Meu Louro” eram feitos pagamentos a funcionários “diaristas” na ordem de R$ 5.000 e só em 2011 houve mês que a folha chegou a ser de R$ 35.000. Comparando Nova Floresta com Jaçanã ele afirmou que a cidade vizinha nunca passa de R$ 4.000 o pagamento dos “diaristas”.



Uma afirmação ainda mais grave do vereador é a de que funcionários revelaram que assinaram um contra-cheque com um valor mas receberam outro inferior ao assinado e o restante ficou emcima do birô do responsável pelo pagamento.



O vereador Jucélio Rufino ainda declarou:

“Em uma conversa com o vereador Sérgio, o prefeito “Meu Louro” falou claramente que estava utilizando esse dinheiro que sobra para pagar algumas despesas que não podiam ser contabilizadas pela prefeitura, e por isso nós queremos investigar para que acabe a corrupção dentro de Nova Floresta.” Declarou o vereador. 



Perguntado se ele tinha conhecimento de alguma despesa citada pelo prefeito ele respondeu:

“Existe cirurgias que ele vem dando a população, mas o mesmo não presta contas, existe o caso de uma pessoa que ele deu R$ 10.700 para uma cirurgia, mas não achou como prestar contas. Com isso se confirma a conversa que ele teve com o vereador Sérgio, pagou a conta com dinheiro dos diaristas.”



O vereador Rogério do DEM, líder do Governo na casa declarou que tudo isso não passa de denúncias infundadas e que os vereadores estão mal informados e mal preparados.


Perguntado de onde então teriam partido as denúncias, o mesmo revelou o seguinte:

“É ano de política, é ano de se jogar na rua, a oposição joga na rua e o meu dever é esclarecer o povo.”

O mesmo concluiu sua fala com a seguinte declaração:

“É ano de política, é ano de mentira. Se “Meu Louro” dever ele vai ter que pagar.”



Flávio Fernandes.

Category: ,

0 Comentários

Deixe aqui registrada a sua opinião, este é um espaço aberto ao debate!
A sua identificação é bem vinda!
Acima de tudo RESPEITO às opiniões!

Participe e volte sempre!