Coluna Emyle Farias

Cuité Pb online | 10:33 | 0 Comentários

Partilhar

O Poeta Vive.

Por Emyle Farias

Um garoto eu encontrei
Com uma gaiola de lado
Um passarinho trancado
Aquilo presenciei
Depois que verifiquei
Aquela situação
Na mesma ocasião
Perguntei ao garotinho
Que mal fez o passarinho
Pra viver na prisão.

Se existisse um decreto
Pra soltar os passarinhos
Eles voarem sozinhos
A procura do deserto
Procurando um mundo aberto
Nas matas da solidão
É obra da criação
Este dever é sublime
O passarinho sem crime
Não pode estar na prisão.

( DÉO FARIAS )

Category:

0 Comentários

Deixe aqui registrada a sua opinião, este é um espaço aberto ao debate!
A sua identificação é bem vinda!
Acima de tudo RESPEITO às opiniões!

Participe e volte sempre!